O que é Governança Corporativa e qual a sua finalidade

Surgida nos Estados Unidos, a Governança Corporativa vem ganhando cada vez mais força pelo mundo, inclusive no Brasil.

A Governança Corporativa é um dos pilares mais importantes da economia global, um requisito básico exigido por investidores e pelo mercado e um dos instrumentos determinantes da sustentabilidade das empresas.


Podemos definir Governança Corporativa como o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas.

 

 

Mas o que isso significa e quais são os principais modelos de Governança Corporativa?

O que é Governança Corporativa?

Além da definição vista acima, podemos entender a Governança Corporativa como a adoção de um conjunto de práticas, em que as principais finalidades abrangem uma melhoria nos processo de uma empresa, maior integração entre os ramos hierárquicos da organização e o aumento da transparência na prestação de contas aos acionistas. Tudo isso com o objetivo de gerar entrada de capital financeiro que promova o crescimento sustentável do negócio.

 

A Governança Corporativa contribui para minimizar os riscos na hora de se investir em uma organização. Por este motivo a Bovespa criou níveis para avaliar a governança nas empresas que possuem participação no mercado de ações. Quanto maior o grau de confiança e transparência, melhor o posicionamento da organização junto à Bovespa, o que favorece o surgimento de novos acionistas.

 

Empresas brasileiras, como Vivo e TAM, por exemplo, já são adeptas da Governança Corporativa.

 

Os modelos mais conhecidos de Governança Corporativa

Os principais modelos de Governança Corporativa são os seguintes: Outsider System, Insider System, Alemão e Latino-Americano. Abaixo falaremos um pouco mais sobre cada um deles.

 

Outsider System

Como o nome já dá a entender, no Outsider System os acionistas da empresa estão do lado de fora do sistema, ou seja, não fazem parte do dia a dia gerencial da companhia. Aqui o principal foco é o mercado de ações e objetivo é ampliar os lucros dos investidores.

Insider System

Já no Insider System, o foco da governança envolve desde funcionários e parceiros até a comunidade externa. O principal direcionamento aqui é potencializar os ganhos de quem atua de modo efetivo para os resultados financeiros da companhia.

Alemão

Nesta linha de Governança Corporativa, a gestão é conduzida por meio de um acordo mútuo entre os diferentes níveis hierárquicos, não havendo tanta influência dos acionistas. O principal fator de influência são os bancos, ou seja, empresas que adotam este modelo são mais dependentes do crédito disponibilizado por essas instituições.

Latino-Americano

O sistema de governança Latino-Americano apresentou mudanças positivas ao longo dos últimos anos. Principalmente no que se refere a uma busca pelo atendimento de demandas não só de acionistas, mas também de outros integrantes da cadeia gerencial. Porém ainda possui pontos passíveis de melhoria. Isso acontece pois os pequenos investidores não contam com as mesmas seguranças oferecidas para os grandes acionistas.

 

 

Benefícios da Governança Corporativa

Uma boa Governança Corporativa previne situações que podem ser danosas para uma organização que deseja crescer. A prevenção de fraudes quanto ao uso de recursos financeiros é um exemplo. Outro bom exemplo é a possibilidade de aumentar a visão estratégica para tomada de decisões, o que reduz falhas no planejamento e, consequentemente, em ações futuras.

 

Também entram nessa lista o desenvolvimento econômico sustentável, o qual aumenta a confiabilidade do empreendimento junto a investidores e acionistas, ampliando o potencial para entrada de capital financeiro, e a contenção de abusos de poder, tanto da parte dos acionistas majoritários sobre os minoritários, como da diretoria sobre os acionistas.

 

Concluímos então que a Governança Corporativa propõe uma administração clara, o que evita fraudes, abusos e erros estratégicos que podem comprometer o crescimento de uma empresa. Todas companhias que a trabalharem corretamente sairão fortificadas, com uma gestão otimizada e com resultados maximizados.

 

Para se aprofundar neste assunto, indicamos o Programa Governança Corporativa. Nele você será apresentado aos fundamentos e os pilares da Governança Corporativa de uma maneira objetiva, clara e aplicada à realidade organizacional brasileira, possibilitando a compreensão das responsabilidades, dos papéis e dos riscos associados ao campo da Governança.

Descubra os benefícios que a Governança Corporativa pode agregar à sua empresa. O Programa já está com inscrições abertas e acontecerá nos dias 04 e 05 de dezembro, em Porto Alegre. 

Programa Governança Corporativa